' Falta tanta coisa na minha janela como uma praia, falta tanta coisa na memória como o rosto dele*, falta tanto tempo no relógio quanto uma semana, sobra tanta falta de paciência que me desespero. Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesma*, sobram tantos medos que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo..

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Tédio;

Você ERA uma mulher divertida, cheia de vida, que tinha uma centena de amigos.
Ele, por outro lado, é do tipo que detesta fazer novas amizades, e mal consegue manter as poucas que sobraram.
Você adorava dançar, ouvia música no último volume e nunca perdia uma chance de viajar - bem diferente dele, que é um cara pra lá de "sossegado", do tipo que gosta de passar os finais de semana em casa. Bem, para ser mais direto, ele prefere baladas mais calmas, uma missa no domingo, por exemplo.
 
Você era...
Por que cargas d'água você foi se enrabichar por um tipo deste?
Olha, vocês são tão diferentes, que isso só pode ser trabalho bravo que te fizeram.
 
 
Antes, você nunca ficava um final de semana em casa, mas agora você está tão sedentária, que parece que o desânimo dele acabou te contagiando até os ossos! Fala a verdade, seus vestidinhos de noite, todas aquelas roupinhas que você adorava usar para cair na gandaia, já estão fedendo naftalina, não estão? Também, vai se produzir toda pra quê!? Só para ficar trancada em casa com ele? Nossa, que romântico deve ser vestir seu "pretinho básico" , só para comer aquela pizza que ele pediu pelo telefone. Aliás, convidar uma garota para comer pizza em casa, é o programa favorito de nove entre dez chatos de galocha. Arre! Isso é coisa velho, de homem que já está mijando nos pés!! Lógico que muitas vezes vocês até pensam em dar uma saidinha, só que ele sempre dá um jeito de ferrar com a situação. Por exemplo, depois dele ligar avisando que finalmente vai levá-la para um agito legal (aleluia!!), você corre toda alegrinha para se arrumar, dá aquela caprichada no visual, se depila todinha, passa um perfuminho gostoso e capricha na maquiagem. Claro, tem mais que comemorar sua volta à vida noturna!! Pena que basta entrar no carro para descobrir que era bom demais para ser verdade: "Pra onde você quer ir, amor? - ele pergunta fingindo interesse. "Vamos naquela danceteria, a Dark Cave...Lá é super transado". Ao ouvir sua sugestão ele faz aquela cara de bode molhado, deixa os ombros cairem, olha para o outro lado, suspira, bufa, e pergunta no maior desânimo: "Dark Cave!!???...Mas lá tem muita gente... Escolhe outro lugar mais calmo, amor.. Então, como não tem jeito, você escolhe outro lugar..."Ah, mas este é muito barulhento". E escolhe outro, "Não, esse tem muita gente esquisita!"...E escollhe mais outro, e outro e outro, até que acabam brigando e não indo à porra de lugar algum!!!! Quer dizer: VOCÊS VOLTAM PARA CASA!!!!!!!! Mas vamos dizer que mesmo relutante, ele resolva "fazer a sua vontade". O problema é que todo chato adora levar suas garotas aos lugares só para deixá-las encostadas num canto. Pois bem, como ele não gosta de lugares cheios e detesta qualquer tipo de música mais animada, escolherá um cantinho bem afastado da agitação - de preferência um lugar escuro, onde não possam ver nada. E é claro que vocês não vão dançar, porque ele não gosta. E não vão conversar com ninguém, porque ele prefere se manter longe dos seus amigos. No final da "grande noite" você vai se sentir puta da vida por não ter divertido, mas ele ainda vai se sentir como se tivesse lhe feito um grande favor. E mais uma vez a noite vai terminar com os dois de cara feia: "Porra, mulher!!! Eu não te levei na merda da Dark Cave!? Por que ainda está de cara feia, caralho!?" E quando ele te acompanha à uma festa de aniversário - típico programinha chinfrim - em vez de relaxar e dar um pouco de sossego, ele prefere ficar o tempo reclamando que a cerveja está quente, que os salgadinhos estão gelados, e, claro, ele olha para o relógio de minuto em minuto: "Já são dez da noite...Já são dez e quinze...Já são dez e vinte..." E você lá, tentando convencê-lo a esperar cortarem o bolo: "Foda-se o bolo! Se a gente não sair em dez minutos, eu vou embora sozinho!" Pombas! Que homem é esse que não sabe a importância que uma fatia de bolo tem na sua vida!!?? E uma mulher como você, que sempre gostou de um sexo mais animado, só pode estar benzida por ainda liberar o playground para esse marcha-lenta! Claro, não tem destas de dizer que ele pode ser um "chato-atrasa-lado", mas que é bom de cama, porque chato é chato até no inferno! Então, quanto tempo faz que você não sabe o que é ser comida de verdade? Puts, mas como seria bom ter um cara sedento de tesão, que te pegasse de jeito e jogasse na parede, não um palerma que reclama do motel porque acha que seria melhor ficarem em casa, perto da geladeira e do controle remoto da TV. Aliás, se você fica com um cara que faz as contas do que gastou depois da trepada, merece queimar no inferno! "Cem paus por um quarto de motel!? Eu não ia gastar metade dessa grana se tivesse comprado umas esfihas no "Habbibs", uma cerveja pra mim, uma coca-cola pra você, e transado em casa mesmo". Claro que você já deu vários toques para ele se empenhar um pouco no sexo, mas como exigir empenho de um cara que acha que qualquer coisa além do "papai-mamãe" dá muito trabalho? E nem adianta você dar uma de louca e comê-lo, porque é capaz do Zé Ruela reclamar. "Quantas vezes eu tenho que repetir que odeio quando você enfia a lingua na minha orelha!?" Claro que é legal assistir um filminho adocicado, uma comédia romântica de vez em quando. E também é bom colar na cadeira com algo mais no estilo, "porrada e adrenalina". Só que ele gosta de filmes "cabeça". Aliás, mais chatos do que os filmes da nova safra de cineastas da Mongólia, somente seus discursos de que você é uma alienada, porque comer no Mc Donald's é ajudar a sustentar a "máquina opressiva do Tio Sam". Então, se a sua vida está neste marasmo, se faz tempo que você não sabe o que é gargalhar feito uma puta, encher a cara e dançar até não poder mais, por que não muda de homem? Se bobear, você já deve estar ficando igual à ele. "Antes eu adorava cair na balada...Mas agora que estou madura, prefiro um programinha mais caseiro, algo mais intimista, como pedir uma pízza e assistir os DVDs da trilogia Kielowski, com o meu amor.
 
Arre!!! Chatice pega, minha filha!.

Original em: http://www.revistaandros.com.br/que_tedio.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário