' Falta tanta coisa na minha janela como uma praia, falta tanta coisa na memória como o rosto dele*, falta tanto tempo no relógio quanto uma semana, sobra tanta falta de paciência que me desespero. Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesma*, sobram tantos medos que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo..

domingo, 19 de setembro de 2010

Política.

Interrompemos nossa programação para transmitir o horário eleitoral gratuito, obrigatório de propaganda eleitoral...

Perai... obrigatório? Engraçado como as coisas que deveriam ser obrigatórias na realidade não são, e algo que devia ser proibido (ou pelo menos melhorado) é tão obrigatório. Tudo bem que sem propaganda eleitoral muita gente não teria como decidir em quem votar, afinal não iriam conhecer os candidatos. Mas quem disse que essa propaganda ajuda em alguma coisa? A verdade é que perdemos tanto tempo ouvindo aquele monte de blá blá blá que de fato, nada importa. Continuamos sem conhecer os candidatos. Sim, nos realmente não os conhecemos. Por que ao invés de colocar cada politico enfatizando "todas as suas maravilhas", não colocam alguém imparcial, falando todas as coisas a seu respeito? As falhas, processos, projetos inacabados...


É muito fácil obrigar os canais a apresentar todas as eleições velhos e novos candidatos cada vez mais cobertos por máscaras com apenas um intuito: o de conseguir votos. Nos mostrar quem eles realmente são, é que é difícil. No fim, a maioria vê a política da mesma forma, uma maneira de conseguir dinheiro fácil.

Dificilmente algum desses candidatos se preocupa realmente com o bem-estar do cidadão brasileiro. Alias, os únicos cidadãos brasileiros com os quais ele se preocupa são aqueles que integram a sua família (e em alguns casos alguns de seus amigos também).


Política é um assunto chato. Dificilmente desperta interesse, não se culpe por isso. Como diz no vídeo do Felipe Neto (@felipeneto) ninguém se interessa por política porque lá atrás criou-se esse condicionamento para fazer com que toda a população não se interessasse. Mas e dai? Passou da hora da população com mais informação tentar mudar isso. Eu também não entendo TUDO de política, mas entendo o suficiente para saber que esta tudo errado e que não adianta nada todo mundo só reclamar e não fazer nada para que isto mude.

video

Eu concordo plenamente com a implementação de uma lei onde os políticos sejam obrigados a colocar seus filhos estudar em colégios públicos, só assim eles irão investir realmente na Educação.



Mais do que isso, deveriam existir outras leis obrigando que os políticos utilizem como "convênio médico" o SUS (sistema único de saúde) para si e todos os membros de sua família, quero ver se assim não melhoram as condições em que a Saúde Pública se encontra. Outra coisa que deveria ser mudada é o fato do candidato ser eleito e mudar-se para um bairro nobre. Se os políticos fossem obrigados a mudar para os locais mais necessitados (e não menos) dificilmente este local continuaria ruim, com toda a certeza eles iriam investir mais em melhorias para esta cidade do que investem estando "fora" dela. O problema maior tá na desigualdade, se eles podem estar em uma cidade melhor, para que se preocupar com a "pior"? E o direito do cidadão brasileiro, onde fica?


Um exemplo claro, é colocar o prefeito de São Paulo para morar nos bairros que sofrem mais com as enchentes. Com toda a certeza do mundo eu posso afirmar que seria questão de tempo (pouquíssimo tempo) para que a situação deixasse de ocorrer. Eu sei que o problema das enchentes vem acompanhado de diversos erros de toda a população (como por exemplo, jogar esse monte de lixo nas ruas), mas garanto que num piscar de olhos, existiria muito mais campanhas e envolvimento, e a cidade pararia de sofrer com enchentes a cada chuva, pois com toda certeza do mundo, o prefeito não gostaria de perder todas as suas coisas (e deixar sua família correndo diversos riscos) em uma enchente como a maioria da população é "obrigada" a perder/correr. Com certeza sentindo na pele, esse problema seria solucionado o mais rápido possível.


Afinal, o intuito da política não é melhorar o país em que vivemos? Se o intuito é este, não é nem um pouco justo os políticos melhorarem apenas a situação em que ELES vivem, esquecendo do restante da população. Nada mais justo que o candidato ter que passar por todas as coisas que o "pobre" é obrigado a passar.

A maioria das pessoas vai dizer que nestas condições dificilmente um político se candidataria. E de fato, é verdade. Só iriam se candidatar aqueles que realmente estivessem preocupados com a situação do nosso país, e não apenas com a melhoria da sua vida financeira. Afinal, a melhoria da vida deste político viria conforme fosse surgindo a melhoria para o cidadão comum, e não ao contrário.

Político é um representante do POVO. Político quando eleito, deve fazer as leis em nome do povo. Político é empregado NOSSO.

Nenhum deles quando faz alguma coisa está fazendo um favor. Esta apenas cumprindo sua obrigação.
(Nayane Fontes)

(A charge acima é um pouco antiga, das eleições de 2008, mas dá para ter uma idéia da desigualdade que temos vivenciado.)

Já parou para pensar que o político só esta lá porque nós brasileiros o elegemos? Se nós temos o poder de elege-los, também temos o poder de mudar a situação do país. Acabar com a corrupção, com os interesses individualistas. E a coisa consegue piorar quando, além dessa diferença "gritante" de salários e benefícios dos políticos para um cidadão comum, eles ainda sentem a necessidade (acompanhada da falta de vergonha na cara e da falta de punição) de desviar dinheiro público para suas contas ultra-secretas.

Nas eleições a gente vê um monte de candidatos dizendo que melhoraram a educação, que melhoraram a saúde pública, que acabaram com diversos problemas da cidade... poxa, que legal. Então por que, além de você (cidadão) não ver melhora, você (político) não está usufruindo das "maravilhas" que você proporcionou ao país? Se a educação está tão melhor, coloca seu filho no colégio público para ter o mesmo ensino proporcionado a maioria das crianças brasileiras. Se a saúde pública está tão perfeita, você não precisa de convênio médico, pode passar horas enfrentando as filas dos hospitais públicos para atendimento "imediato".



Sem contar que todos os políticos e seus agregados, deveriam ser obrigados a utilizar também o transporte público, que esta cada dia pior. Mas é claro que os políticos vão ter diversas desculpas (uma mais esfarrapada que a outra) para não aprovar leis como essas. Dentre todas essas desculpas, com certeza  surgirá esta: "- é questão de segurança, não de um ensino ruim... imagina descobrem que meu filho é meu filho e o sequestram..." Blá blá blá. Não quer que isto aconteça? Melhore a segurança dos locais. Coloque mais carros de polícia e mais policiais circulando pelas ruas, na porta das escolas, dos hospitais, dos bairros mais pobres. Tá vendo? Essas leis seriam tão boas que como consequência acabaria melhorando até a segurança do cidadão brasileiro. Melhorando a educação, a saúde e a segurança pública aumentaria também o número de empregos. Reduziria e MUITO a criminalidade.. enfim, uma coisa leva a outra.

Sem contar o valor absurdo da aposentadoria de um político, enquanto a aposentadoria de um cidadão "comum" mal dá para os remédios. E não vem me falar que agora o governo distribui remédios para os idosos e blá blá blá, porque para mim não passa de blá blá blá. Todos nós sabemos que o valor do salário mínimo do brasileiro é vergonhoso. E se os políticos fossem obrigados a se manter com o salário de um cidadão normal?


Pois é, nenhum deles conseguiria ou aceitaria, né? Por este motivo eu sou a favor de não reelejer político nenhum.
Quer se aposentar? Vai trabalhar !!!! Como todos nós cidadãos comuns. Quer ganhar mais do que nós somos "obrigados" a ganhar? Melhore os salários, o valor da aposentadoria... assim quando VOCÊ se aposentar, como todos nós, irá receber um valor mais humano. Porque cá entre nós, com o aumento dos valores dos produtos nos mercados, e toda a inflação no Brasil, o salário do Brasileiro, além de pouco, é desumano.

Eu dúvido que o país não melhoraria. Mas se depender dos políticos, isso nunca vai mudar. Eles não querem que a gente pense, que a gente saiba, que a gente tenha inteligência o suficiente para questionar. Só falar não adianta. Se todos nós brasileiros lutássemos pelos nosso direitos o Brasil já teria mudado a muito tempo. Que tal correr atrás desta mudança? Se o país inteiro exigir, dúvido que a câmara vá ter como negar. E você pode até se perguntar como vamos fazer isso, mas com um simples abaixo assinado com assinaturas de um país inteiro talvez conseguíssemos exigir esta mudança. Como vamos conseguir isso é sua próxima pergunta, certo? Se cada um de nós recolhesse assinaturas pelo menos do bairro onde moramos já seria um belo começo. E você vai continuar ai parado?

Acredite: procure se informar um pouco mais sobre política. Quebre o "tabú" de ser apenas um assunto chato e desinteressante. Não será necessário abaixos assinados, nem coisas do tipo, caso você não tenha tempo ou "paciência" para isto, basta você aprender a votar. Conhecer um pouco mais sobre o assunto. Você não precisa saber muito, só o suficiente. O suficiente para querer mudar tudo isso. Talvez não seja possível ver essa mudança na nossa geração, mas quem sabe o Brasil se torne um lugar melhor para os nossos filhos, netos e por ai vai. Não é apenas o seu futuro que está em suas mãos, mas também o futuro das pessoas que você mais irá amar e querer proteger um dia. Pense nisso.

2 comentários:

  1. more, voce escreve mtooo bem!!!

    me deu vontade de pegar o seu texto, tirar varias xeroxs e colar pelos postes da rua...rs

    bjo more

    ResponderExcluir
  2. muuuuuuuuuito bom! cada palavra!

    ResponderExcluir